quinta-feira, 7 de maio de 2009

Medos e Tentações do Bicho-Homem

suicidio

Dos piores males que me assolam,
Há esta angustia constante,
Fruto de anseios da mais sensata razão,
Minha pequenez diante do grande monstro que me cerca...

Hominídeo, Homo Sapiens, Homo Sapiens Sapiens!

Conhecimento, maldita tentação humana,
Vício pernicioso, quanto mais tem mais o quer,
Quanto mais o conhece mais descobre sua imensidão,
Insaciável tentação que enche de angústia a realidade de ser humano...

Hominídeo, Homo Sapiens, Homo Sapiens Sapiens!

Assim rondam pensamentos, entre razão e emoção me divido,
A primeira mais sensata, buscando adentrar às descobertas de seus iguais;
A segunda animalesca, fruto dos genes e da própria essência do bicho-homem,
Perniciosas tentações, cercam-me, prendem-me, aprisionam-me...

Hominídeo, Homo Sapiens, Homo Sapiens Sapiens!

Na verdade, o fato de pertencer à espécie humana...

Mata-me!

Hominídeo, Homicídio, Suicídio, Homo Sapiens Sapiens...

Homo mortis!

São Luís, 07 de maio de 2009.

3 comentários:

Mara Porto disse...

Felizes os escolhidos para se sentarem à mesa dos eleitos!

Cultiva tua angústia, ela te levará a 'esquinas infinitas de ruas doravante prolongáveis.'

Beijos.

MP

Stéfanni. disse...

Congratulations, sweet!

Rafael disse...

parabens pelo blog

gostei do texto